top of page
Buscar
  • Foto do escritorcaioneryfo

A percepção do valor.

Atualizado: 4 de fev. de 2021

É um tópico complicado para o ser humano. Uma obra de arte maravilhosa para um não faz o menor sentido para outro. E estas diferentes interpretações estéticas e funcionais acabam sempre refletindo no valor do trabalho.


Costumo dizer que é fácil para um designer entender que ele precisa de um bom contador, mas é difícil para um contador entender os benefícios de contratar um bom designer. Para muitas empresas investir em algo que não tem um valor ou retorno específicos, como design gráfico, é como dar um tiro no escuro.


Mas de repente vão surgindo concorrentes, que têm comunicação forte, presença digital, empresas que falam a língua do público ao invés do próprio idioma, que focam em inovar ao invés de mantes as coisas como sempre foram, "por que dá certo até hoje." E essas novas marcas eventualmente empurram pra fora do mercado as antigas que não conseguiram enxergar o cenário.


Criar uma identidade visual é muito mais complexo do que parece. Além de muitos estudos, conversas com o cliente, longas pesquisas, rascunhos e mais rascunhos, muitas tentativas, muitas falhas e finalmente acertos, um designer precisa ser um pouco psicólogo e jornalista. Às vezes é necessário arrancar informações do cliente à fórceps, sem que a relação fique abalada.


Mas o ponto crucial é que se o trabalho do designer for bem feito, o cliente não vai ter a percepção de que o processo foi complexo. Pelo contrário, ele dirá: "você entendeu facilmente o que eu queria!"


Isso é ótimo para o cliente, mas a percepção do valor do trabalho sofre. Em uma análise simples, o valor a ser cobrado por um trabalho deve ser proporcional à complexidade da tarefa. Baixa complexidade = baixo valor.


Não me entendam mal, não estou propondo um aumento de complexidade para artificialmente agregar mais valor a um determinado trabalho. Pelo contrário, eu defendo a aplicação da descomplicação inteligente para todas as áreas de nossas vidas.


A solução que eu encontrei foi mostrar aos meus clientes todos os passos que envolvem a criação de uma marca ou ilustração, além de dividir com eles o processo de pensamento traçado para chegar nas soluções apresentadas. Muitas vezes o cliente acaba usando a história que eu contei para apresentar sua nova marca.



Desta maneira ao invés de simplesmente cuspir um orçamento, que pode assustar o cliente, eu o ajudo a ter uma percepção de valor que faça sentido e uma história interessante pra contar sobre sua nova marca.











9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page